O AUTORRETRATO NA ARTE CONTEMPORÂNEA

RESUMO O presente trabalho é motivado pela necessidade de investigar o gênero do autorretrato durante todo o percurso da história, pontuando a presença do gênero na antiguidade, passando pelo desenvolvimento dos métodos pictóricos no período medieval e renascença, pelo romantismo, impressionismo e dando enfoque em especial na poética contemporânea. Por fim, busca-se fazer uma breve abordagem da obra de dois artistas americanos contemporâneos, Scott Hutchison e Bryan Lewis Saunders, que trabalham com o tema do autorretrato na pintura e no desenho de maneira figurativa. Palavras-chave: Autorretrato. Arte Contemporânea. Na Europa, autorretratos genuínos eram colecionados e venerados desde o século XVI. Hoje, em cidades do mundo todo, existem artistas que dedicam suas carreiras apenas ao autorretrato. O autorretrato pode ser definido como o gênero típico de nossa sociedade confessional. O presente trabalho é motivado pela necessidade de investigar o gênero do autorretrato na história da arte, em especial na arte contemporânea. Esperamos que estimule o interesse de outros pesquisadores para que possamos ampliar a parca bibliografia em português que é encontrada sobre o tema.

Garota busca pagamento 431280

Populares na Netflix

A vida dos influenciadores poderia ser —e no final das contas é— muito parecida com a de qualquer um, inclusive a dos seguidores. Criei um canal no YouTube para falar da autoestima de ser paraense, do nosso povo, compartilhar nossa cultura. Na estação, tinha 2 mil seguidores. No Instagram, comecei a compartilhar meu trabalho, com posts [fotos], stories [vídeos ou fotos que podem ser visualizados durante 24 horas], reels [vídeos]. Mas o primo post patrocinado só apareceu no Natalício de , para a Natura, na semana da Amazônia. Mas eu me neguei a fazer. Ainda hoje me incomoda perceber que a Amazônia é muito estereotipada. É um mundo, engloba diversos países, povos e culturas. Mas se alguém viaja a Santarém diz que passou uma temporada na Amazônia.

Mais Avaliados

O José como sempre, no fim da semana Guardou a barraca e sumiu. Para que o enredo tenha unidade, os fatos devem estar inter-relacionados, de tal modo que uns sejam a consequência ou efeito dos outros. Assim, o enredo, interpretado semioticamente, surge de um recurso narrativo no qual se entretecem elementos mínimos invariantes um sujeito e seu objeto-valor. Indica-se, conforme o caso, dia, mês, ano, hora, minuto, segundo, década, século etc. O ano era de Naquele dia — uma segunda-feira do mês de maiozinho — deixei-me estar alguns instantes na Rua da Princesa. A algumas dessas locuções conjuntivas agregam-se com frequência partículas ou advérbios de valor intensivo: pouco antes que, muito antes que, já depois que, etc. Posteridade: depois, posteriormente, a seguir, em seguida, sucessivamente, por fim, mais tarde

Com infância difícil futuro empresário quase morreu de malária

Vai melhorar sua percepção. Ele provavelmente vai desenvolver-se mesmo fixar-se benefício longe de você se ele acreditar que você vê ele quanto restante um da sua listra. Se você também é, ótimo, isso vai funcionar a seu obséquio. E nem precisa mostrar isso francamente.

Leave a Reply

Your email address will not be published.*